Capas de mídias

A fazenda em sépia

Fazenda

Todo mês de julho lembro muito das férias que passávamos eu ,meus irmãos e meus primos, na fazenda. É que neste lugar tão paradisíaco vivi os melhores momentos de minha infância.

Só que depois de 2018, quando a sede foi queimada , e foi um incêndio criminoso, as lembranças, sempre que vem, são como um fantasma das saudades.

Apesar de sentir saudades de muitas coisas na minha vida, estas da fazenda, agora, são muito mais dolorosas. São como um pedaço da minha vida que foi queimado. Sem volta. Só revolta. E não só minha ou só da minha vida, mas de toda a família. Foi-se o nosso patrimônio de mais de 110 anos.

Esta arte em tons sépia assim estão porque me fazem lembrar a fotos e objetos antigos, como tudo o que havia na sede de nossa fazenda. E é como hoje quero lembrá-la. Em tons desvanecidos porque assim quem sabe estas lembranças também vão se apagando.