Artwork · Colagens

Exaltação ao ícone da sustentabilidade 2

Exaltação ao ícone da sustentabilidade

Exaltação ao ícone da sustentabilidade 2 – A árvore -meu ídolo e minha sustentação. Não só minha, mas de toda a humanidade.


Esta mãezona tão poderosa, generosa, que muito nos dá sem praticamente nenhum tipo de troca. O único que ela precisa é uma terrinha boa, um pouco de água e um pouco de sol. Por isto a venero tanto. Tão pouco, tão simples. 


Mas, muitas vezes, nem isto elas tem. As que ficam nas calçadas das ruas asfaltadas de nossas cidades, por exemplo. 
Em geral, a grande maioria delas é negligenciada e quase sempre tem suas raízes sufocadas por estes calçamentos. Ou às vezes ainda tem seus galhos enroscados nos postes ou na horrível fiação elétrica que deles sai. 


Os “ajustes” são feitos com cimento nas raízes ou podas dos galhos. Mas o aspecto resultante destas ações é deprimente. Um paliativo apenas. Em detrimento do crescimento natural da árvore. 


Gosto de ter árvores por perto. E para minha alegria, atualmente, apesar de morar no quinto andar do meu prédio, tenho uma ao alcance de minhas mãos. 


Vejo sua transformação durante todas as estações do ano. Gosto, inclusive, quando no outono, ela vai perdendo suas minúsculas folhinhas e estas são trazidas pelo vento ao piso do meu quarto. Um verdadeiro tapete. 


O auge da felicidade se dá na primavera quando acordo quase todos os dias com o barulho da prosa fácil das maritacas. Elas vem para comer as lindas flores lilases. E enquanto comem também conversam animadamente. Um verdadeiro show. 
É por estas situações e mais muitas outras que amo a natureza e o seu principal ícone: a(s) árvore(s).