Artwork · Corona

“Dois pássaros compadres”

A arte de dois pássaros compadres

– Oi, compadre. Como vai?
– Vou bem. E vc.?
– Indo. Preocupado com o andar da humanidade
– Ah! É. E por quê?
– Tô achando que os humanos estão mais loucos que nunca.
– Não, compadre, só estão um pouco pior. Mas sempre foram loucos.
– Como assim?
– Ah! Olha, dizem os entendidos que todos os humanos são loucos. Uns são só um pouco e outros são bastante loucos. Malucos. Doidos mesmo.
– Nossa nunca tinha pensado nisto. 
– Pois é. E estes doutores dizem também que tem os loucos mansos e os loucos brabos.
– É.
– E que os loucos mansos não dão muito trabalho. Fazem umas besteirinhas aqui, outras lá. Mas a gente vai consertando aos poucos.
– E os loucos brabos?
– Vixe! Estes são uma barbaridade.

É mesmo?
– Ė, é que todos eles gostam de ser chefinhos. Tem mania de majestade e gostam de estar sentados no trono mandando à vontade. Uns soltam bombinhas, outros soltam bichinhos e outros só gritam, ameaçam, mas não acontece nada. Mas estão conseguindo virar o mundo de ponta-cabeça. Olha a confusão que tá lá fora. 
– Puxa! E nós como vamos ficar numa destas?
– Pois é, compadre, pra nós a coisa tá difícil. Imagine que nem voar direito podemos mais. O ar também está cheio de bichinhos.
– Ė. Mas é muito perigoso pra nós?
– Olha, compadre, não sei. Os humanos também não sabem direito destes bichinhos COVID 19. 
– Nossa! E o quê que a gente vai fazer?
– Só dá pra rezar pra Nossa Senhora dos “Doidos”.