Artwork

Arranhões que se fazem de rosas…

Arranhões que se fazem de rosas…

E eles se acham. Só porque tem ares de rosas. E quem não quer se parecer a elas. E em tudo.

Bonitas, de muitas e muitas cores e muitas variedades. E estas sempre crescendo. E mais. E o perfume que todas tem? Neste quesito ganham a taça. Diferentemente de outras flores com perfume mais forte e adocicado, elas tem o seu muito suave. O que em geral agrada a todos.

E elas são muito endeusadas em várias músicas, quer seja pelo seu perfume ou por outras qualidades delas inerentes. Mas uma letra de música que fala delas de forma bem marcante é a que se chama “As rosas não falam”. Musica esta de Angenor de Oliveira, mais conhecido como Cartola. E falando nele, hummmm…ele tem uma senhora biografia. Papo para outro post…

Mas um dos versos da música diz assim:

Queixo-me às rosas

Mas que bobagem

As rosas não falam

Simplesmente as rosas exalam

O perfume que roubam de ti, ai.

Bom era só o que faltava, né? Elas falarem… mas elas já tem tudo. Não precisam de mais nada. E daí o orgulho dos rabiscos desta arte…